A   B   C   D   E   F   G   H   I   J   K   L   M   N   O   P   Q   R   S   T   U   V   W   X   Y   Z 

 
  In├â┬¡cio >> Locais >> Regiões e Reinos >> Terra Média
 
 
Terra Média


Um enorme continente a este do Grande Mar.

Também chamado de Endor, Endóre, Ennor, Hither Lands e Outher lands. Este nome é uma tradução de Terras Mortais.

O continente onde se passam a maior parte da acção de O Silmarillion, O Senhor dos Anéis e O Hobbit. Pouco é sabido do Sul e Este da Terra Média, ou do extremo norte, mas a geografia e história das terras do Oeste estão narradas com grande pormenor.

[b]Primórdios[/b]
A Terra Média foi criada em tempos antes de contagem por Aulë, e os Valar iluminaram as novas terras com duas grandes lâmpadas, Illuin a norte e Ormal no sul. Com medo de Tulkas, Morgoth fugiu para lá das barreiras do mundo e a Terra Média era um local de beleza e paz. Os próprios Valar habitavam as suas regiões centrais, na ilha verde de Almaren. Este tempo é conhecido como a Primavera da Arda.
Em segredo, Morgoth volta à Terra Média e constrói a sua primeira fortaleza, Utumno, nas montanhas do distante norte. Quando julgou ser o tempo certo, atacou as habitações dos Valar em Almaren e destruiu-as. Ao fugir para Utumno salvou-se da raiva de Tulkas. Este foi um dos grandes desastres na história da Terra Média porque os Valar partiram para sempre deixando a Terra Média entregue a Morgoth, que a reclama como sua.
Apesar dos Valar terem criado um novo lar para si, Aman, e iluminaram-na com a luz das duas árvores, a Terra Média foi deixada na escuridão durante muitas eras. Mas os Valar não se haviam esquecido da sua antiga casa e, especialmente Yavanna e Oromë iam lá de tempos a tempos para tentar sarar as feridas infligidas por Morgoth.
Foi também neste época, que Aulë regressou e moldou os Sete Pais dos Anões numa grande câmara debaixo das montanhas da Terra Média, que foram insuflados com vida por Ilúvatar e postos a dormir até á chegada dos Primogénitos.
Apesar das esporádicas visitas dos Valar, a Terra Média era controlada por Melkor que estava livre de agir à sua vontade. Pouco a pouco, poluiu toda a Terra Média e o seu reino cresceu em direcção ao sul.

[b]A chegada dos Elfos[/b]
O despertar dos Elfos nas margens do lago Cuiviénen trouxe profundas mudanças à Terra Média. A principio viveram na escuridão, sendo presas para as criaturas de Melkor, mas então Oromë encontrou-os e os Valar decidiram agir: declararam guerra a Morgoth.
Deu-se então a Guerra dos Poderes, na qual foi modelada a Terra Média com o aspecto que viria a durar até à Guerra da Ira no fim da Primeira Era. Dorthonion e as terras altas do norte de Beleriand foram elevadas e muitas baías incluindo a Baía de Balar foram criadas.
Melkor acabou por ser derrotado e levado como prisioneiro para Valinor. Depois de muito debate, os Valar também ofereceram casa aos Elfos em Aman e muitos aceitaram. Guiados por Oromë, os Vanyar, Noldor e os Teleri fizeram a grande viagem através da Terra Média, desde o extremo este onde despertaram até as costas oeste.
Muitos deles partiram da Terra Média por mar, mas alguns permaneceram dos quais os maiores grupos eram os Sindar de Beleriand e os Nandor do vale do Anduin. Outros grupos, maioritariamente de origem Teleri, também abandonaram a viagem: estes foram aqueles mais tarde denominados como Elfos Silvestres. Também no Extremo Este permaneceram os Elfos que se recusaram a convocação dos Valar, os Avari, todos estes géneros de Elfos são conhecidos como Moriquendi ou Elfos Negros porque não foram a Valinor nem viram a luz das Duas Árvores.
•     Elfos da Terra Média - Os Elfos que habitam na Terra Média são, na maioria, aqueles que não participaram na Grande Viagem (Avari) ou aqueles que desistiram dela (os Elfos Silvestres, Nandor e Sindar). Daqueles que deixaram a Terra Média para irem para Aman, muitos dos Noldor regressaram mais tarde, e aquando da Guerra do Anel ainda haviam alguns poucos desta raça nobre.

•     Homens da Terra Média - Termo geral para designar todos os Homens excepto os Numenoreanos.

 

P?gina carregada em 2.315 segundos