A   B   C   D   E   F   G   H   I   J   K   L   M   N   O   P   Q   R   S   T   U   V   W   X   Y   Z 

 
  In├â┬¡cio >> Calendários >> Eras da Arda >> Era das Árvores
 
 
Era das Árvores


Depois de Morgoth ter destruído as Duas Lâmpadas, o que provocou grande destruição na Terra Média, os Valar foram para Aman e estabeleceram o seu reino na região chamada Valinor. Lá Yavanna criou as Duas Árvores, Laurelin e Telperion, que irradiavam grande luz e calor: Telperion era a mais velha e despejava para o solo uma radiância dourada, e de Laurelin caía um orvalho de luz prateada.
Em sete horas cada árvore atingia o seu apogeu e esmorecia de novo; e cada uma reacordava uma hora antes de a outra cessar de brilhar.
Cada dia dos Valar continha 12 horas e terminava com o 2º misturar de luzes. Assim começou a contagem do tempo em Valinor.
Durante essa Era, deu-se o despertar dos Elfos e a sua grande caminhada para Valinor, onde atingiram a sua plena maturidade.
Travou-se a Guerra dos Poderes entre os Valar e Morgoth, que esteve prisioneiro durante 3 Eras e Fëanor criou os silmarils, que tinham aprisionados a radiância das Duas Árvores. Mas depois de Morgoth ter sido libertado, a paz de Valinor ficou envenenada com as suas mentiras: Morgoth matou Finwë, rei dos Noldor, destruíu as Duas Árvores e roubou os silmarils. Deu-se a rebelião dos Noldor, que foram para a Terra Média sem a autorização dos Valar e a Matança entre famílias.
A partir de um fruto de ouro de Laurelin os Valar criaram o Sol e com uma flor de prata de Telperion criaram a Lua. E assim Arda teve uma forma definitiva de contar os seus dias e o tempo decorrido neles.
 

P?gina carregada em 0.246 segundos